Minha lista de blogs

domingo, 24 de setembro de 2017

A Vida Como Ela É - Gustavo passou na OAB?




Este post será bem rápido. Finalmente saiu o resultado do gabarito oficial da famigerada prova da OAB.  "O Gustavo passou Gari?" Infelizmente não. No outro dia após a prova, o Gustavo apareceu bastante chateado no trabalho. Perguntei o motivo e lá veio a resposta: "Gari,  acredita que errei a peça processual? Pensei na peça certa, mas acabei fazendo outra. Que merda né?? Pelo menos tenho agora a repescagem."  Perguntei ao mesmo em fazer cursinho online para a segunda fase. Resposta dele foi que na próxima passará. Não necessita de cursinho e que com fé em Deus acertará a próxima peça pedida. 

"Gari..acredito plenamente na minha capacidade e forma de estudo. Questão de tempo para passar." Esta semana será de descanso para mim Gari. Vou torrar uns R$ 600 reais no final de semana para me acalmar um pouco. Mereço!! Estudei muito para esta prova!!"

Minha retrucada básica para o amigo Gustavo: "SIGA SEU CORAÇÃO!!! NADA MAIS". E TAMBÉM ESCUTE MAIS ROXETTE!.


                                            A cara do Gari com  resposta fantástica do Gustavo após rodar na 15ª prova da ordem.

Mais um episódio da Vida Como Ela É. 

O próximo episódio será de um amigo que ganha uns 6k, solteiro, altamente endividado devendo uns 50k, penhora de carro, salário e até busca e apreensão de bens na justiça. Aguardem o próximo capítulo!!!

Abraço do Gari!!!!


Música para relembrar a minha resposta  ao Gustavo:

                                                   Gari: "Escute seu coração Gustavo."


sábado, 16 de setembro de 2017

A Vida Como Ela é: O colega bacharelado de Direito

        




Como alguns já sabem, atualmente trabalho em uma repartição pública estadual na parte jurídica. Somos uns 15 advogados lá e quero somente falar de um único colega. Vou chamá-lo de Gustavo. O mesmo tem uns 35 anos de idade. Formado em direito há mais ou menos uns 12 anos, comissionado e recém noivo. 

Atualmente ele está tentando passar na OAB pela 15º vez. Isso mesmo....dezenas de vezes já fez a prova e nada de passar. Já dei muitas dicas para ele a respeito do método de estudos, porém o Gustavo nem demonstrou interesse e deixei para lá.

Há 2 anos atrás, a mãe inclusive deu um notebook para ele de 1.500 reais para que estudasse por video-aulas a segunda fase da OAB.  Ocorre que nessa mesma época a namorada tinha terminado com ele. Sem grana e desesperado pelo término do relacionamento o que o Gustavo fez? Vendeu o notebook por 900 reais, saiu em 2 lugares com a namorada (reataram) e de brinde mais uma bomba na segunda fase OAB.





A segunda fase da OAB será amanhã. Ele passou na 1º fase e agora fará a 2º. Como não mudou o método de estudo, provavelmente não logrará êxito. Ainda falando do quesito profissional do Gustavo: comissionado, ganha uns 4,5k, noivo e altamente gastador. Já tentei alertá-lo sobre investimentos como CDB, TESOURO DIRETO, FII (este nem demonstrei, pois o cara mal sabe o que é CDB, o básico do básico), porém ele insiste em deixar a grana que "sobra" (uns 200 reais) do salário na poupança. "Gari, larga de ser bobo!!!! Poupança já basta!!!"

                                          Minha cara de bosta ao escutar o Gustavo falar da poupança.

E o que o Gustavo faz Gari para gastar tanto assim e não economizar nadinha? Vamos aos fatos. Ele mora no apartamento da mãe. A sua respectiva mãe mora no interior e cedeu o apartamento para o filho. OBS: o Gustavo não paga condomínio, luz e nem água!! Mãe que paga. E aonde vai essa grana toda Gari?

Este apartamento se situa há uns 10 minutos a pé do trabalho. Qual foi a idéia genial do Gustavo? Alugar uma van por 600 reais para levá-lo e buscá-lo todos os dias no trabalho. Isso mesmo!!! Ele retira 600 reais de seu salário para este "conforto". Já tentei alertar o mesmo da cagada e ainda sim disse que faz parte, é confortável, pois a Van tem televisão e água. Entao, o Gari aqui teria feito outra pergunta ao colega: "Por que você ao menos não utiliza essa grana de 600 reais como um colchão de segurança? Resposta: "Ahhh Gari...gosto de conforto né. E caso eu não utilize a van, iria de táxi!! Jamais pegaria ônibus!!"

                                                A super van do colega Gustavo de 600 reais!!


Mas Gari.... se ele ganha uns 4,5k, ainda sim sobra muito dinheiro!!! Sobraria se o Gustavo não gastasse por final de semana de 500 a 1000 reais. O nobre colega alega que devemos viver o dia de hoje, aproveitar e pensar só depois a respeito das pendências. Cursinho de 2ª fase da OAB? Nada...o colega alega que é muito caro pagar um curso de 2ª fase OAB. Melhor estudar na "raça". Escutei tudo e somente disse: Isso mesmo Gustavo!! Faço o que manda seu coração!!!


                                               Gari dizendo ao nobre colega seguir seu coração.


Agora vou entrar na parte amorosa da questão. O Gustavo está namorando há mais ou menos 3 anos. Noivaram ano passado. Já terminaram e voltaram umas 150x. A noiva dele é sobrinha de um desembargador e tem um cargo comissionado no tribunal. Ganha uns 6k. Pretendem comprar um apê de 350k. Para isso, vão começar a juntar todo mês os dois juntos 1k. Ao terem uns 30k em mãos, buscarão financiar o restante em 100000x. Será que estão sendo espertos? Fala do Gustavo: "Gari, eu gosto de conforto...não vou financiar um apartamento que custe 150 a 200k. Melhor pegar um grande logo e ser feliz." Novamente minha resposta: "Siga seu coração."



                          Gustavo: "Melhor financiar um apê de 3 a 4 quartos do que um pequeno."


Concluindo o primeiro episódio da vida como ela é: Ano que vem teremos eleições para Governadores, Presidente, Deputados Federais e Senadores. Será que o Gustavo ainda vai conseguir manter o seu cargo comissionado? E caso ele perca e financie o apê? Será que passa na OAB? Cenas dos próximos capítulos.

Abraço do Gari!!




quinta-feira, 7 de setembro de 2017

Trajetória do Gari-Advogado - Início dos Alugueis Recebidos - FII

Olá pessoal!!!!! Hoje o post será breve. Irei mostrar, de forma simples e sistemática a minha trajetória nos FII (alugueis). Conheci a respeito deste investimento em meados de 2014/2015. Nesta época, faltava coragem para eu adentrar neste universo. Não obstante, meus investimentos estavam somente concentrados em poupança (burrice total). Após devorar diversos livros de finanças, adentrei primeiramente ao Tesouro Direto.

Retirei toda minha grana da poupança e coloquei em IPCA +2019 e um pouco no Selic. Percebi toda minha perda de tempo utilizando somente a poupança. Após mais de 1 ano estudando, analisando fóruns e principalmente blogs (agradeço muito ao blog Mestre dos Dividendos), resolvi comprar meus primeiros FII. 

                                                                 Primeiros alugueis recebidos!!

Comprei as primeiras cotas em Agosto/2016. Em Setembro, senti a primeira vez o recebimento dos dividendos/alugueis.O valor foi bastante irrisório, conforme foto em anexo, porém isto foi o início da minha trajetória. Assim que recebia meu salário ou até Honorários, já corria direto no HomeBroker da minha corretora atrás de cotas. A sensação de ver pingando alugueis/dividendos é muito boa!!! Cada soldado trabalhando para você!!! 

                                       Minha evolução!! De grão em grão a galinha enche o papo.

Após 1 ano neste tipo de investimento, já percebi um grande avanço na minha renda passiva!! Busco somente contabilizar FII e Açoes (ainda nao entrei). Os meus Tesouro Selic e IPCA não contabilizo como aumento de fluxo de caixa. Vejam a diferença do ano passado para este ano em relação ao recebimento de alugueis de FII. Acredito que poderia estar bem melhor nos investimentos, pois este ano foi complicadíssimo em casa na questão financeira. Segurei as pontas do meu pai e não me arrependo disso

Ano de 2016 - Primeiro recebimento de alugueis- Setembro/2016 R$ 8,06

Setembro/2016 a Dezembro/16: Total recebido de aluguel: R$ 154,34

Fechamento - 2016 FII: R$ 154,34


Ano 2017 -  Até Setembro já recebi R$ 803,98

                                             Comparativo de crescimento dos alugueis recebidos  2016/2017.

Espero alcançar os R$ 1000,00 de alugueis recebidos até o fim do ano. Se Deus quiser, quero triplicar ou quadruplicar o meu recebimento de alugueis e adentrar também no mundo das ações!! 

Não podemos desanimar jamais!!!! Antes de me despedir, gostaria de saber se o pessoal prefere o escrito do meu blog em negrito (como neste tópico) ou sem. Abraço a todos!!!!!

Frase da semana: 






sexta-feira, 1 de setembro de 2017

Atualização Patrimonial - Agosto 2017 - R$ 26.262,18



 
Olá nobres amigos!!!!! Será meu primeiro fechamento na blogosfera. Como podem perceber, é o melhor dia para nós membros que vivemos na luta diária. Antes, falarei a respeito do mês GIGANTE chamado AGOSTO.



TRABALHO:  Mês bastante corrido no trabalho. Consegui entregar o que foi pedido ao longo do mês sem nenhum atraso. Na advocacia, a mesma enrolação de sempre. Justiça morosa quase parando. Tenho processos que farão 1 ano sem movimentação!!! ISSO MESMO!! Já fui no gabinete do juiz reclamar da enrolação e a resposta é sempre a mesma: "seguimos conforme o novo CPC, tenha paciência.


           Minha cara de felicidade ao sair do Tribunal.



ESTUDOS:   Este mês meus estudos renderam consideravelmente. Penso em fazer 2 provas de concursos federais final do ano. Até ontem consegui estudar na média de 4 horas por dia. Não posso ver notícia ruim que me dá desânimo. Eis um exemplo: 

http://concursos.correioweb.com.br/app/noticias/2017/09/01/noticiasinterna,37559/orcamento-de-2018-suspende-concursos-e-contratacao-de-aprovados.shtml
  

O que fazer? Chutar o balde nos estudos, pensar em outras alternativas de renda ou empreender neste mar sem fundo? Dúvida e ansiedade sempre me pairando.


SOCIAL:  Neste mês praticamente nem saí. No máximo a algum barzinho perto de casa, além de ajudar minha querida avó nas compras de supermercado.


Agora vamos ao fechamento do GARI ADVOGADO:

Aporte: R$ 1.500,00

O aporte foi totalmente destinado aos FII (ABCP, MFII e KNRI)

Vendi R$ 2.750,00 de Tesouro IPCA-2019 e comprei a subscrição do fundo MFII (mínimo de R$2.750,00 no valor de R$ 110,00 cada)

Aluguéis FII: R$ 103,63   -  OBS: Ainda não vai entrar os rendimentos dos MFII que comprei.

Total Patrimônio: R$ 26,262,18



Frase da Semana: "Nas horas difíceis, jamais baixe a cabeça, porque a solução para o problema não está no chão, mas sim na sua determinação."


Abraço do Gari!!!





sexta-feira, 25 de agosto de 2017

Dica de livro: A Bola de Neve - Warren Buffet e o Negócio da Vida - Alice Schroeder

Título: A Bola de Neve
Autor: Alice Schroeder
Editora: Sextante
Páginas: 960


Site para a leitura: http://lelivros.stream/book/download-a-bola-de-neve-alice-schroeder-em-epub-mobi-e-pdf/


Quem conhece um pouco sobre Warren Buffett  sabe, ele é um dos investidores mais bem sucedidos do mundo e, por consequência, um dos homens mais ricos do mundo também. Por isso se tornou um grande exemplo de homem bem sucedido e exemplo a ser seguido. Não demorou e lançaram um livro contando sua trajetória de sucesso e é ele que falarei hoje pra vocês, confiram:

Nas quase mil páginas desta obra (LIVRO ALTAMENTE "PARRUDO"), o leitor é convidado a conhecer a historia de Warren Buffet e a descobrir como ele conseguiu desenvolver tamanha fortuna e conquistar o respeito de uma infinidade de pessoas que o tem como um modelo a ser seguido.

O COMEÇO


Warren Buffet começou sua vida na pequena cidade de Omaha, nos Estados Unidos. Longe das grandes metrópoles, ele teve uma infância um pouco conturbada, de um lado tinha um ótimo relacionamento com seu pai (que logo se tornaria Senador no país) e do outro, um péssimo relacionamento com sua mãe, ela lhe dava diversos "sermões" sem motivos, o que acabou o traumatizando para o resto da vida. Warren, desde novo, já tinha algumas manias estranhas, gostava de colecionar coisas como moedas e tinha facilidade de memorizar números.

                                                        Howard Buffet- Pai do Warren

Já na fase adulta, Warren Buffet não foi aceito em Harvard, tendo optado pela Universidade de Columbia. Essa escolha se deu por um motivo específico: Seu maior ídolo do mundo dos investimentos, Ben Graham, lecionava lá.

Warren Buffet acabou se matriculando de última hora e ainda assim acabou sendo aceito. Não demorou muito para Buffet se aproximar de Ben Graham, o aluno excepcional chamava a atenção de todos por sua inteligência. Conseguir um emprego no renomado escritório de Ben oi só uma questão de tempo. Warren Buffet confirma que as maiores lições que aprendeu foi trabalhando com seu mestre. Não demorou também para Warren  começar a dar aulas de investimentos.

                                            Warren Buffet e Ben Graham 


Berkshire, uma empresa de respeito


Foram tantas as aquisições que Warren Buffet fez com a Berkshire Hathaway, ao longo dos anos que já meados de 2010, o valor da empresa gerava em torno de 200 bilhões de dólares. Não foi me alongar nesta parte, pois o livro conta todos os detalhes da trajetória deste grande investidor.

No auge da fama, uma reunião da Berkshire chegou a reunir 20 mil pessoas. Buffet percebeu a grandeza do evento anual e enxergou uma grande oportunidade de ganhar dinheiro. Alugou um lugar grande o suficiente para conseguir juntar diversas partes de suas outras empresas para comercializar seus produtos. A renda arrecadada desses produtos chegava a valores grandiosos.

                                      Warren Buffet em uma reunião anual com alguns acionistas de sua empresa.

Warren Buffet afirma categoricamente que é um homem de sorte. Nasceu no país certo e no ano certo. Teve a vantagem de viver numa casa em que as pessoas o apoiavam e falavam coisas interessantes, de ter pais inteligentes e frequentar boas escolas. Reconhece que se tivesse sido de forma diferente, talvez não possuísse a fortuna que tem agora. Um raro exemplo de humildade em um meio que é formado pelos mais variados economistas egocêntricos.

Alice Schroeder, autora do livro, consegue desenvolver bem os fatos contados, não deixando a leitura pesada para neófitos em finanças, por exemplo. Ela explica detalhadamente cada movimento feito por Warren Buffet no mercado, dando explicações satisfatórias sobre termos técnicos.

O livro também tem um grande valor ao mostrar o lado humano de Warren Buffet. É perceptível que sua trajetória de vida não foi feita apenas por acertos e sucessos. Na verdade, ao lerem esta obra, verão diversas falhas em seu convívio social, por parte da sua esposa e também erros nas escolhas de investimentos.

Como explicar  sua genialidade perante os investimentos?


Warren Buffet passava horas em bibliotecas e arquivos ( isso tudo já na década de 40), examinando registros que ninguém se dava ao trabalho de olhar. Passou diversas noites estudando centenas de milhares de números. Devorava nos estudos da Moody´s Manuals (o manual dos investigadores americanos) e livros contábeis durante sua lua de mel. Leu todas as biografias que encontrava a fim de encontrar alguma lição que pudesse usar para si.



Perto dos 87 anos de idade, sua idade tem deixado suas vistas cansadas, precisando ser mais seletivo com o que se lê. Após um longo tempo de batalha, rendeu-se e concordou em utilizar um aparelho de surdez. Contudo, sua capacidade para os negócios, essa sim, jamais se cansa.

Enfim, esta é uma leitura mais do que recomendada, ainda mais pelos fatores do dia a dia para nós investidores. Fonte inesgotável de conhecimento para sua vida pessoal e profissional.

Por fim, antes de fechar este tópico, deixarei um documentário a respeito dele de 2017. FANTÁSTICO!! Assistam!!!

                                                          Documentário 2017


Abraço do Gari Advogado.

terça-feira, 22 de agosto de 2017

Como estão alocados meus ativos

Será um post breve sobre a alocação dos meus ativos. Atualmente estou com mais de 60% na renda variável e o restante na renda fixa. A tendência é aumentar os aportes ainda mais  em FII e posteriomente em ações

Renda Fixa: Tesouro Direto IPCA 2019 6,39% - R$ 9.885,00

FII:  

PapelQtd RealQtd Pend.CustoÚlt.Cot.Var. %Vlr Merc.Part. %
ABCP11 - FII ABC IMOB CI20*16,45*32,900,2%
BBRC11 - FII BB CORP CI130*130,00*1.690,0011,5%
CBOP11 - FII C BRANCO CI20*716,00*1.432,009,8%
FFCI11 - FII RIOB RC CI100*177,19*1.771,9012,1%
HGLG11 - FII CSHG LOG CI20*1.260,01*2.520,0217,2%
JSRE11 - FII JS REAL CI220*99,48*2.188,5614,9%
KNCR11 - FII KINEA RI CI160*103,50*1.656,0011,3%
KNRI11 - FII KINEA CI100*149,92*1.499,2010,2%
RNGO11 - FII RIONEGRO CI210*89,61*1.881,8112,8%
     Totais 14.672,39100%

OBS: Nos FII's minha alocação está mais voltada para fundos que tem imóveis físicos. Apenas 20% desses fundos são de papéis. Fico mais tranquilo nos fundos de tijolo mesmo com DY menor. Isso devido ele ser o um ativo real. Atualmente tenho 9 FII's na carteira. Pretendo ter uns 13 a 15 FII na carteira ao longo do tempo. Como costumo comprar aos poucos, acredito que o valor da compra não é tão importante assim já que meus aportes ainda estão baixos. Abraço a todos.

sábado, 19 de agosto de 2017

Dica de Livro - O Milionário Mora ao Lado

Como percebem, o Gari Advogado adora ler livros principalmente sobre finanças. Mesmo na época em que eu trabalhava como gari, nas horas do almoço, sempre estudava ou então lia livros que fizessem desenvolver mais meu lado de crescimento pessoal. Vamos ao livro.



A riqueza é medida de acordo com aquilo que você poupa, não com o quanto você ganha. Pode-se dizer que essa é a máxima do livro O Milionário Mora ao Lado(1996), originalmente The Millionaire Next Door de Thomas J. Stanley e William D. Danko. Esse livro, que é recheado de estatísticas, é o resultado da mais abrangente pesquisa já realizada sobre os milionários – pessoas com patrimônio líquido igual ou superior a 1 milhão de dólares – nos Estados Unidos.

A renda anual média da família milionária americana é de US$247.000. Aqueles que tem uma renda na faixa de US$500.000 até US$999.999 representam apenas 8% do total de milionários e os que tem uma renda de US$1 milhão ou mais representam menos de 5% dos milionários.
O patrimônio líquido médio é de US$3,7 milhões, sendo que, em média, a renda anual dos milionários representa menos de 7% de seu patrimônio líquido. Isso significa que eles vivem com menos de 7% da sua riqueza. Logo, eles possuem uma riqueza acumulado suficiente para viver sem trabalhar por até 14 anos. Com base nesses e outros resultados incríveis de sua pesquisa os autores conseguiram determinar sete fatores que são comuns entre as pessoas milionárias, que eu explico em detalhes nos próximos parágrafos.
O livro trabalha sete características comuns a todos os que conseguiram construir riqueza – os denominados PAR (Prodigiosos Acumuladores de Riqueza) – em contraposição aos SAR (Sub-Acumuladores de Riquezas). Esses sete denominadores comuns correspondem a sete capítulos do livro:

1- Vivem Muito Abaixo dos Seus Meios


Apesar de terem uma quantidade significativa de dinheiro, os milionários sabem como ser frugais. Na verdade, é a própria frugalidade que os conduz a acumular uma grande quantidade de riqueza. Eles não gostam de viver um estilo de vida luxuoso, com altos gastos, contrapondo-se com o que a maioria das pessoas acredita.
Eles não têm o carro do ano, nem moram em mansões nos bairros nobres das cidades, sendo que costumam ter mais de seis vezes e meia o nível de renda de seus vizinhos que não são milionários. O que eles fizeram (e fazem) é basicamente gastar menos do que ganham e investir a diferença. Se existe uma fórmula para a riqueza pode-se dizer que é esta.

2. Alocam de maneira eficiente os fatores tempo, energia e dinheiro, com o objetivo de construir riqueza:


 Constatou-se que os PAR, em relação aos SAR, alocam quase o dobro de horas mensais para planejar seus investimentos financeiros. É curioso observar que os SAR investem em aplicações financeiras de fácil resgate, já tendo em vista as imediatas necessidades de consumo, ao passo que os PAR investem em negócios e aplicações que requerem mais planejamento. Em relação às ações, os PAR também não ficam girando a carteira de modo constante: pelo contrário, comprovou-se que a maioria deles conservam suas ações durante vários anos.

3 – Acreditam que a Independência Financeira é Mais Importante do que Status Social

 

Esse fator está relacionado com o primeiro. Os milionários acham que é mais importante ter tranquilidade financeira, não dependendo do próximo salário, do que aparentar ter um padrão de vida que eles não têm.
Os milionários americanos não gastam muito dinheiro na hora de comprar um carro, por exemplo. Grande parte deles prefere modelos comuns norte-americanos ao invés de veículos de luxo importados. Além disso, apenas 23% compram um carro zero e mais de 50% dos milionários tem um modelo de carro de 2 ou mais anos atrás.

4- Seus Pais Não lhe Deram Ajuda Financeira


A maioria dos milionários nunca receberam ajuda de seus pais, sendo que 85% delas não adquiriram sua riqueza através de herança. Os autores notaram que aqueles que receberam auxílio financeiros dos pais investiram menos dinheiro, e ficaram mais dependentes do crédito do que os não recebedores. A maioria dos milionários americanos é de primeira geração e não receberam o que os autores denominam de PSE (Pronto-Socorro Econômico), presentes em dinheiro (ou conversíveis em dinheiro) dos pais.


5- Seus Filhos Adultos são Economicamente Autossuficientes


Os milionários se preocupam também com a educação financeira dos filhos. Eles lhe ensinam desde cedo os benefícios de uma vida frugal, de modo que eles possam se tornam milionários de forma autônoma.
Essa lição também dá suporte a lição anterior de que os milionários não receberam ajuda financeira de seus pais. Portanto, os pais milionários também não dão ajuda financeira a seus filhos, pois acreditam que esse excesso de proteção pode torná-lo dependentes.

6. São ótimos para identificar as oportunidades de mercado: 


Aqui são relacionadas algumas das profissões e serviços que têm como público-alvo os milionários norte-americanos. Não muito interessante aqui na nossa terra tupiniquim.

 

7. Escolheram a Profissão Certa


Cerca de dois terços dos milionários que estão trabalhando são donos de seu próprio negócio. A maioria dos outros são profissionais liberais, como médicos e contadores. Muitos tipos de negócios em que os milionários estão envolvidos podem ser classificados como normais ou até tediosos. Eles são leiloeiros, donos de empresas de solda, produtores de arroz, donos de firmas dedetizadoras, comerciantes de selos e moedas, donos de firmas de asfaltamento.
Outro dado interessante é que profissionais autônomos ter quatro vezes mais chance de se tornarem milionários do que aqueles que trabalham para outros. Além disso, eles são bastante instruídos. Apenas um em cada cinco não se formou na universidade, porém, apenas 17% frequentaram uma escola particular.

Conclusão


A pesquisa realizada comprova estatisticamente que os milionários que enriquecem rapidamente são a exceção. A grande maioria das dos milionários construíram sua riqueza adotando um estilo de vida abaixo de seus meios, poupando uma parte da sua renda e investindo-a. Esse pode não ser o caminho mais rápido, porém é sem dúvidas o que mais chances de dar certo para transformá-lo em um milionário. Em breve colocarei outras dicas de livros!! Abraço do Gari.